Rua Aporé, 19 - Bairro Amambai - CEP 79005-360 - Campo Grande-MS (67) 3325-6640
11.01.2021 • Governo-MS

Mais de 500 pessoas estão hospitalizadas com Covid-19 em MS

covidms

Campo Grande (MS) - Mato Grosso do Sul já tem 144.051 casos confirmados de Covid-19 e 2.565 óbitos pela doença, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES) de hoje (11).

Apenas nas últimas 24 horas foram registrados 455 novos casos e 19 mortes. Encontram-se isolados em casa 11.983 doentes. Recuperados totalizam 128.935 casos.

A média móvel de casos está em 1.114,4. Já a média móvel de óbitos, em 23,9. A taxa de letalidade é de 1,8 e a taxa de contágio 1,03.

Há 568 pessoas internadas, sendo 293 em leitos clínicos (170 público; 123 privado) e 275 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (200 público; 75 privado).

Campo Grande registrou de ontem para hoje 142 novos casos; Dourados 106; Três lagoas 33; Ponta Porã 23; Amambaí 16; Corumbá 13; Iguatemi 12; Costa Rica 8; e Ladário 8.

As cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas são Campo Grande, Bataguassu, Corumbá, Anaurilândia, Maracaju, Dourados, Ponta Porã, Naviraí, Fátima do Sul, Anastácio e Três Lagoas.

“Manifestação de tristeza pelo óbito de um colega médico, Robson Fakuda, que faleceu ontem de Covid”, lamenta Geraldo Resende, secretário de Estado de Saúde.

“Que a morte dele sirva para que possamos fazer apelos para que a população possa nos atender em relação ao isolamento social, uso de máscara e regras de higiene”, disse.

“21 profissionais de saúde que já faleceram entre os 2.565 óbitos”, afirma Christinne Maymone, secretária adjunta da saúde.

Panorama da Covid-19 no Brasil

Já são 8.105.790 brasileiros infectados pelo vírus e 203.100 óbitos. É o segundo maior número de mortes em todo o mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Só de ontem para hoje, foram 29.792 novos casos e 469 óbitos.

O sudeste é o que mais preocupa tanto em casos, quanto em mortes. A região já possui 2.862.853 casos confirmados e 93.130 óbitos.

A região norte é a que tem menor número de casos (893.910). A região Centro-Oeste é a que possui menor número de mortes (18.461), desde o início da pandemia.

Panorama da Covid-19 no mundo

Já são 90.353.576 casos confirmados e 1.936.410 mortes por Covid-19 em todo o mundo. A situação é pior nos Estados Unidos, que já tem quase 22,5 milhões de casos e 375 mil óbitos.

A Índia vem em segundo lugar com o pior número de casos, que já somam 10.466.595. Em terceiro, está o Brasil.

O país europeu mais afetado pela pandemia é o Reino Unido, com 3.072.349 casos e 81.431 óbitos desde o início da pandemia.

O país com menor número de casos é Saara Ocidental (10), localizado na África.

Butão, Cambodja, Seychelles, São Vicente e Granadinas, Granada, Aland, Dominica, Vaticano e Groenlândia são alguns dos países que não registraram nenhuma morte.

Esperança

Vários países já começaram a vacinação contra a Covid-19. Alemanha, Reino Unido, Argentina, Chile, Canadá, França, Estados Unidos, Grécia, Itália e México são alguns deles.

Há diversas vacinas aprovadas em todo o mundo, como a Moderna, Pfizer- BioTech, Coronavac e Sputinik V.

Milhões de vacinas já chegaram no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Vacinação está prevista para começar em 25 de janeiro na capital paulista.

“Viva o sus, viva a vacina e viva a nossa esperança que poderemos modificar o ano de 2021”, celebra a secretária adjunta de saúde.

Geraldo afirma que faltam poucos dias para que a população seja vacinada. A vacinação deve começar no dia 20 deste mês. “Final de janeiro e início fevereiro temos a perspectiva de começar a fazer a vacinação”.

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse no último dia 8 que o Estado já tem recurso disponível para comprar vacinas contra a Covid-19 e imunizar a população sul-mato-grossense.

Marcos Trad, prefeito da capital, afirmou que Campo Grande, São Paulo e Rio de Janeiro serão as primeiras cidades a receber a vacina da Coronavac.

Mato Grosso do Sul contará com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros para distribuir as vacinas pelo Estado. Geraldo diz criar um plano para que em 48 horas, todas as vacinas estejam nos 79 municípios.

O governo do Estado já possui e abriu licitação para compra de mais 6 milhões de agulhas e 340 mil seringas. “Não vamos descansar sábados, domingos, feriados. Vamos trabalhar incessantemente para ter sucesso nessa batalha final que é aguardada por tanta gente”, disse o secretário.

 

Fonte: Governo MS

 

 
What do you want to do ?
New mail
 
What do you want to do ?
New mail